QUALIDADE DE VIDA DIGITAL: URUGUAI LIDERA NA AMÉRICA LATINA

Fecha de publicación: 13/10/2020

O país lidera o continente no índice desenvolvido pela Surfshark e se destaca entre as nações com desempenho "surpreendente".

Graças a seu firme compromisso com a inovação e a tecnologia, o Uruguai está mais uma vez fazendo manchetes em todo o mundo e se posicionando como líder latino-americano em qualidade de vida digital. Este reconhecimento se soma ao seu excelente desempenho no governo digital, onde se destaca por sua ampla participação cidadã e sua política de governo aberto, além de ser a primeira nação latino-americana a aderir ao D9 (hoje "Nações Digitais"), um grupo seleto que reúne as nações mais desenvolvidas no campo.

O país está em primeiro lugar na América Latina no 2020 Digital Quality of Life Index (DQL), elaborado pela Surfshark, uma renomada empresa internacional dedicada à segurança cibernética. Globalmente, ocupa a 36ª posição com uma pontuação de 0,59/1,00 e se destaca entre o grupo de países "surpreendentes" que superam as expectativas de bem-estar digital de acordo com seu PIB per capita.

O ranking pesa cinco pilares que determinam a qualidade de vida digital: acesso à Internet, que se refere ao custo da conexão; qualidade da Internet, que responde à velocidade e estabilidade da conexão; infra-estrutura digital, que considera seu nível de desenvolvimento e inclusão dos cidadãos; governo digital, que leva em conta o grau de desenvolvimento da digitalização dos serviços do Estado; e segurança digital, que avalia o grau de preparação de um país para enfrentar o crime cibernético e seu compromisso com a proteção da privacidade dos usuários.

O Uruguai tem os melhores resultados em governo digital na região, em 29º lugar no mundo, 32º em infra-estrutura eletrônica e 34º em segurança digital. Em termos de pontuação global, ocupa a terceira posição nas Américas, superada apenas pelos Estados Unidos e Canadá, em um ranking que avalia 85 países e cobre 81% da população mundial.

A nação sul-americana faz parte do grupo de países "surpreendentes", que estão à frente dos países com maiores níveis de riqueza em termos de bem-estar digital. Neste sentido, o relatório Surfshark aponta que "embora o PIB per capita tenha uma forte correlação com o bem-estar digital, há países que excedem a qualidade esperada", de acordo com este indicador.

"Segurança, infra-estrutura e governo digital têm um impacto maior no bem-estar digital do que o PIB per capita. Isto prova que é possível melhorar a qualidade de vida digital com menos recursos, com base em um plano estratégico focado", enfatiza o relatório.

Devido a sua avançada infra-estrutura tecnológica e forte compromisso com a inclusão, o Uruguai é o país latino-americano de referência em bem-estar digital. Possui o mais alto nível de penetração da Internet de banda larga no continente e a maior porcentagem de empresas e residências conectadas por fibra ótica.

Além disso, está fortemente comprometido com a transformação eletrônica, o que o tornou o país mais avançado em procedimentos digitais na região, segundo o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Algumas iniciativas de destaque são a Agenda Digital do Uruguai 2020, que visa atingir 100% dos procedimentos on-line até 2020, o Programa Salud.Uy e o Registro Médico Eletrônico Nacional, que visam melhorar a qualidade e a continuidade do atendimento aos cidadãos através da tecnologia.

Mais de 400 empresas de TIC escolheram Uruguai como base de operações para a região e para o mundo. Devido a seu moderno ecossistema tecnológico, talento altamente competitivo e sólido compromisso governamental, o Uruguai é sinônimo de bem-estar e segurança digital, e um destino excepcional para investimentos, assim como para trabalho e vida.

Para ler o relatório completo de Surfshark, vá aqui.

Palabras clave:

  • partilhar