CITRINOS URUGUAIOS NO MERCADO FINLANDêS

Fecha de publicación: 11/05/2020

Os cítricos uruguaios na Finlândia, mostraram a capacidade de competir, principalmente pelas vantagens da entressafra.

Os cítricos uruguaios na Finlândia, mostraram a capacidade de competir, principalmente pelas vantagens da entressafra. A alfândega finlandesa supervisiona o estado das frutas e legumes frescos importados de fora da UE por meio de verificações de documentos e controles fitossanitários.

Consumidor finlandês


Em 2019, o consumo anual por pessoa de frutas cítricas era de 14,45 kg por pessoa. Os consumidores finlandeses têm um forte interesse em aumentar a variedade de produtos que consomem. Isto também se aplica às frutas, embora naturalmente em muito maior grau às frutas tropicais ou exóticas.

Na Finlândia, quando o consumidor compra alimentos em geral e frutas em particular, é "consciente do preço". No entanto, a sociedade finlandesa também se preocupa com a qualidade, origem e aspectos ambientais da produção. Daí, o crescente interesse por alimentos orgânicos.

Também o interesse já instalado, de alimentos funcionais (aspectos nutricionais e promotores de saúde) pelos quais os consumidores estão dispostos a pagar preços mais altos.

Portanto, no caso dos cítricos, que já estão incorporados à cesta básica de consumo, o consumo híbrido (alta qualidade do produto com maior grau de satisfação social e emocional) é um fator com mais consideração do que o preço.

De acordo com a pesquisa de mercado finlandesa de 2017, quase a metade dos finlandeses só aceita a melhor qualidade ou a escolha mais ética para um determinado produto. Daí a relevância das certificações ambientais ou selos de qualidade.


Importação de Citrinos da Finlândia


Nos últimos anos, a Finlândia importou frutas cítricas de acordo com a seguinte discriminação feita - em valores expressos em milhares de dólares - com base nas estatísticas do Eurostat.

NCM Descripción del producto 2015 2016 2017 2018 2019
080510 Laranjas frescas ou secas 21.535 25.335 24.163 31.683 30.820
080522 Clementinas 0 0 23.828 25.417 27.337
080550 Limões "Citrus limonum" e limas
"Citrus aurantifolia, Citrus latifobia", fresco...
9.378 12.885 12.292 14.038 12.263
080521  Tangerinas (incluindo satsumas) 0 0 17.534 18.711 12.179
080529 Wilkings y otros híbridos similares de agricultura, fresco y seco... 0 0 1.185 1.972 3.520
080540 Toronjas o pomelos, frescos o secos 2.274 2.783 3.264 2.941 2.730
080590 Citrinos, frescos ou secos (ex. laranjas,
limões "Citrus limonum, Citrus limonum", ...
141 221 1.850 38 48
080520 Tangerinas, incl. tangerinas e satsumas;
clementinas, wilkings e híbridos cítricos similares
40.339 45.078 0 0 0

 

Note que 35% deste total corresponde a laranjas frescas e 31% a clementinas. Limas e tangerinas respondem por 14% cada uma.

Os 10 principais países fornecedores do mercado citrícola local, em termos de valor, até 2019 são:

Exportadores Valor importado
2015
Valor importado
2016
Valor importado
2017
Valor importado
2018
Valor importado
2019
Mundo 73.668 86.302 84.116 94.800 88.897
Espanha 32.027 38.788 36.195 40.119 44.107
Países Baixos 13.036 15.482 15.835 19.125 17.883
Alemanha 8.935 9.572 10.350 13.035 12.135
Egito 5.729 6.642 5.334 6.446 3.172
África do Sul 2.436 2.143 2.812 2.111 2.953
Itália 259 765 1.286 2.378 2.587
Marrocos 1.240 1.450 1.941 2.925 2.294
Israel 6.885 7.238 5.581 6.319 1.823
Dinamarca 262 252 275 702 653
Argentina 461 493 382 273 314

 

Canais de Distribuição

O mercado de varejo de alimentos em geral na Finlândia é altamente concentrado. Quase todas as frutas e verduras frescas são vendidas através de supermercados, hipermercados e outras lojas pertencentes a um dos poucos grupos da rede varejista.

As 2 maiores cadeias de varejo da Finlândia são o grupo K e o grupo S, com uma participação de mercado de quase 80%. Em 2016, a participação do grupo
S foi de 47,2% e a do grupo k foi de 36,2%. O Lidl ficou em 3º lugar com 8,8%.

Também está integrada verticalmente com empresas de abastecimento (atacadistas) e empresas de distribuição (como Kespro, Inex Partners e Tuko Logistics). Isso possibilita manter um sistema de entrega eficiente e uma rede nacional de supermercados e outras lojas em um país com densidade populacional muito baixa, especialmente no norte.

Além disso, em muitos casos, o fornecimento de frutas é centralizado a nível europeu. A Kesko Food finlandesa é membro da Associated Marketing Services (ams), uma aliança de compras estratégicas sediada na Holanda.

O também finlandês Sgroup tem seus próprios canais de distribuição e algumas decisões de compra são tomadas em tais alianças de compra. A compra é frequentemente centralizada nacionalmente para grandes volumes de produtos (núcleo) diretamente dos países de origem. A Cooperativa Trading A/S (associação nórdica para compras internacionais) tem sede em Valência, Espanha, de onde organiza concursos internacionais para suas cooperativas associadas.


Fonte: Preparado pelo Uruguai XXI com base em dados da Embaixada do Uruguai na Finlândia.

Palabras clave:

  • partilhar