A MICROSOFT ESCOLHEU O URUGUAI PARA HOSPEDAR SEU NOVO LABORATÓRIO DE INTELIGêNCIA ARTIFICIAL E INTERNET DAS COISAS

Fecha de publicación: 13/06/2022

Será o primeiro laboratório na América Latina e o terceiro fora dos Estados Unidos, juntando-se aos de Xangai e Munique.

A gigante tecnológica Microsoft anunciou que o Uruguai hospedará seu laboratório AI & IoT Insider em Montevidéu, o primeiro de seu tipo na América Latina e o terceiro fora dos Estados Unidos, já que atualmente existem apenas dois, um na China e o outro na Alemanha. Este laboratório ajudará a resolver vários desafios tecnológicos das organizações da região, assim como obter orientação e recomendações de especialistas para realizar todo o potencial da inteligência artificial e da Internet das Coisas.

Ambos estão transformando a forma como pessoas, dispositivos e dados interagem em todas as esferas da vida. Impulsionadas pelo poder transformador da nuvem, estas tecnologias permitem uma computação mais inteligente e desempenharão um papel fundamental para ajudar a resolver alguns dos maiores desafios do mundo, desde a agricultura e a saúde até o meio ambiente e a educação.

O anúncio se seguiu a uma reunião entre o presidente uruguaio Luis Lacalle Pou e uma delegação da Microsoft liderada por Rodrigo Kede Lima, o chefe da empresa na América Latina. O Ministro da Indústria do Uruguai, Omar Paganini, e o Embaixador nos Estados Unidos, Andrés Durán Hareau, também participaram da reunião.

A iniciativa está alinhada com a visão do governo uruguaio de se tornar um "centro de inovação" para a região, posicionando o país e o laboratório como um facilitador de inovação e criatividade onde novas idéias ou desafios comerciais poderiam se tornar realidade.

O Ministro Paganini destacou que o país "foi pioneiro no desenvolvimento de um ecossistema tecnológico dinâmico, com start-ups, empresas internacionais e os novos unicórnios". Nesse sentido, ele acrescentou que, da perspectiva do governo, a próxima etapa envolve a criação de um "centro de inovação" no país, incluindo uma rede de laboratórios e plataformas para conduzir novas rupturas.

"Estamos muito satisfeitos em anunciar esta iniciativa com a Microsoft, a instalação de um laboratório avançado, o quarto no mundo, desenvolvido em parceria com o Laboratório Tecnológico do Uruguai (LATU), para promover tecnologias disruptivas", disse o chefe de governo.

Principais funções do laboratório
O laboratório trabalha com base em um projeto, concentrando-se na compreensão dos desafios comerciais e na prototipagem de soluções potenciais. Portanto, o valor agregado do laboratório é mostrar rapidamente às organizações e parceiros comerciais como alavancar as tecnologias de IA e IoT para visualizar, transformar, inovar e resolver seus desafios de transformação.

O Microsoft AI e o Laboratório IoT vão entregar:
- Conhecimento da experiência de especialistas: engenheiros elétricos, engenheiros de nuvens, cientistas de dados, gerentes de programas, gerentes de projetos, engenheiros de software.
- Investimento de tempo de pessoal altamente qualificado da Microsoft, conforme necessário para cada projeto solicitado.
- Gerenciamento de projetos, design, arquitetura, prototipagem e orientação pós-implementação para clientes e parceiros.

"Estamos extremamente entusiasmados com o que este novo AI e Cloud Lab conseguirá ao impulsionar o desenvolvimento tecnológico do país em conjunto com a criatividade e visão local. O Uruguai tem se mostrado um hotspot de inovação internacional e iniciativas como esta refletem a grande oportunidade que o mercado tem de acelerar a transformação digital da região", disse o presidente da Microsoft América Latina, Rodrigo Kede Lima.

"Na Microsoft estamos comprometidos com nossa missão de capacitar todas as pessoas e organizações do planeta para alcançar mais. É por isso que estamos ansiosos para trabalhar no laboratório AI e IoT lado a lado entre as organizações e nossos especialistas para criar soluções criativas e de ponta, posicionando o Uruguai como referência em desenvolvimento tecnológico na região", disse Alejandro Pazos, gerente geral da Microsoft Uruguai.

Fonte: Presidência

Palabras clave:

  • partilhar