O NOVO RELATÓRIO DE EXPORTAçãO POR DEPARTAMENTO DO URUGUAI XXI ESTÁ AGORA ONLINE

Fecha de publicación: 16/10/2020

Montevidéu e Colônia são responsáveis por quase 40% das colocações de mercadorias do Uruguai no exterior.

De acordo com o último relatório sobre exportações por departamento emitido pela área de Inteligência Competitiva do Uruguai XXI, Colônia liderou em 2019 as exportações de mercadorias, excedendo 22% do total, principalmente alavancadas pela produção industrial dentro de suas Zonas Francas. A fábrica de celulose Montes del Plata e a fábrica de concentrado de bebidas Pepsico estão localizadas em Colonia.

Em Montevidéu, mais de 17% das mercadorias para exportação foram produzidas. A capital uruguaia é o departamento com a menor extensão territorial, enquanto sua população é 99% urbana, de modo que a produção agrícola é marginal. No entanto, como concentra a maior parte da população e tem o principal porto do país, desempenha um papel importante como exportador de bens industrializados.

A Canelones é o terceiro maior exportador, com pouco mais de 13% do total de colocações, já que possui uma variedade de indústrias de exportação, muitas delas relacionadas à transformação de produtos agrícolas, embora seja também um dos principais exportadores de produtos químicos e farmacêuticos, assim como de produtos lácteos, plásticos e madeira.

Rio Negro ocupa a quarta posição com mais de 10% do total exportado e a planta de produção de pasta de celulose da empresa UPM localizada em Fray Bentos desempenha um papel fundamental. San José, por sua vez, atinge quase 7% do total das exportações. Lá são produzidos produtos lácteos, carne bovina, lã e autopeças, entre outros.

Os 30% restantes das mercadorias exportadas provêm dos outros 14 departamentos.

Principais produtos exportados por departamento

Em 2019, a carne continuou a liderar a lista de produtos de exportação uruguaios com colocações equivalentes a USD 1,78 bilhões nos mercados estrangeiros. A Canelones contribuiu com 39% das exportações deste produto, Durazno 15%, Tacuarembó 10%, Colonia 8%, Cerro Largo e Rio Negro 7% cada um, Montevideo 6% e outros 8%.

A celulose, fortemente consolidada nos últimos anos, atingiu US$ 1,52 bilhões, dos quais Colônia e Rio Negro são igualmente responsáveis.

Num futuro próximo, a construção de uma terceira fábrica de celulose na região Centro-Nordeste do Uruguai aumentará consideravelmente as exportações de mercadorias, tornando a celulose o principal produto de exportação do país.

A soja ficou em terceiro lugar com exportações equivalentes a USD 994 milhões. O departamento de Colônia é o líder aqui com 40%, seguido por Soriano (21%), Montevidéu (10%), Rio Negro (9%), Paysandú (4%) e San José (4%).

Em quarto lugar estavam os produtos lácteos, com vendas de 648 milhões de dólares. San Jose (35%), Flórida (31%), Rio Negro (9%) e Montevidéu (10%) são os maiores exportadores deste produto.

Colonia, através da Pepsico, é também o único exportador de concentrados de bebidas, que entrou em quinto lugar na lista de produtos exportados em 2019 com USD 524 milhões.

Completando o top 10 dos produtos exportados está o arroz, que tem as maiores exportações para os departamentos de Treinta y Tres (25%), Cerro Largo (22%), Rocha (18%) e Artigas (13%), madeira e produtos de madeira -Montevideo (36%) e Tacuarembó (26%), miudezas e subprodutos -Canelones (32%), Montevidéu (18%) e Tacuarembó (14%) -, plásticos e seus fabricantes -Montevidéu (43%), Canelones (32%) e San José (20%) - e malte -Colônia (30%), Montevidéu (36%) e Paysandú (34%).

Os três principais destinos de exportação são a China, que recebe principalmente soja, carne bovina e celulose, o Brasil e os Estados Unidos.

Leia aqui o relatório completo sobre as exportações uruguaias de mercadorias por departamento

Palabras clave:

  • partilhar