ÀS VIRTUDES DO PAÍS PARA A PRODUçãO, O GOVERNO ACRESCENTOU O PROGRAMA AUDIOVISUAL DO URUGUAI

Fecha de publicación: 09/02/2021

O novo incentivo do setor lançou o chamado para suas linhas de produção audiovisual internacional e para a produção de publicidade audiovisual internacional.

Com o objetivo de promover o desenvolvimento do setor audiovisual no país através do fortalecimento das capacidades locais, a profissionalização dos diferentes elos da cadeia de valor do setor e a incorporação competitiva do país no mercado internacional de produção, o Programa Audiovisual do Uruguai (PUA) lançou suas linhas de incentivo às produções audiovisuais e publicitárias internacionais a serem realizadas no Uruguai.

O programa, que é regido por um comitê interinstitucional com representantes da Agência Nacional de Desenvolvimento (ANDE), do Instituto de Cinema e Audiovisual do Uruguai (ICAU), da Direção Nacional de Serviços de Telecomunicações e Comunicação Audiovisual (DINATEL) e do Uruguai XXI, já lançou a convocação para as linhas Internacional e de Publicidade.

A Linha Internacional da PUA apóia produções audiovisuais estrangeiras produzidas total ou parcialmente no Uruguai, tais como serviços de produção de longas-metragens, curtas-metragens, videoclipes, animações, documentários, séries de televisão e novos formatos para distribuição em plataformas digitais.

O projeto solicitado deve ser de pelo menos USD 300.000 e serão consideradas as atividades de pré-produção, produção e/ou pós-produção a serem realizadas em território uruguaio. A Agência Nacional de Desenvolvimento (ANDE) reembolsará a este tipo de projeto uma porcentagem do valor total investido, com um montante máximo de apoio, dependendo da categoria do projeto ao qual se aplica.

A linha de produção de publicidade audiovisual internacional apóia as produções audiovisuais publicitárias estrangeiras produzidas total ou parcialmente no Uruguai.

Os projetos devem ter pelo menos USD 300.000 de despesas executadas no Uruguai e corresponder ao mesmo anunciante. Neste caso, o reembolso será de até 20% do valor total do projeto, com um limite máximo de apoio de 100.000 dólares.

Em ambos os casos, o concurso está aberto a partir de 1º de fevereiro de 2021 e permanecerá aberto enquanto houver fundos disponíveis.

Palabras clave:

  • partilhar