DELEGAçãO IRANIANA VISITOU O URUGUAI PARA REFORçAR LAçOS COMERCIAIS ESTRATÉGICOS

Fecha de publicación: 16/04/2018

No encontro organizado por Uruguay XXI e a embaixada da República Islâmica do Irã foram expostas possibilidades específicas para aumentar a colocação de bens no Estado de Oriente Médio e na Ásia Ocidental, bem como as áreas de potenciais investimentos.

Acompanhado de uma delegação de mais de 40 empresários e autoridades, o chanceler iraniano, Mohamad Yavad Zafir, chegou ao Uruguai para manter uma reunião com o ministro das Relações Exteriores uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, e participou também de um encontro empresarial organizado por Uruguay XXI e a Embaixada da República Islâmica do Irã.

O evento, que foi realizado no Hotel Radisson, e que teve também a participação do diretor executivo de Uruguay XXI, Antonio Carámbula, o embaixador do Irã no Uruguai, Abolfazl Pasandideh, e o presidente da Câmara de Comércio do Irã, Gholam Hossein Shafei, apresentou oportunidades de investimento e comerciais para ambos os países.

Além disso, a instância habilitou um espaço no qual empresários puderam fechar reuniões de negócio.

De acordo com dados de 2016, o Uruguai foi esse ano o quarto fornecedor de arroz do Irã, fornecendo 2,3% do total comprado; foi também o maior fornecedor de lãs finas com mais de 43% do total; a oitava maior origem da manteiga e a quadragésima em matéria de medicamentos.

Previamente ao encontro pessoal com seu par iraniano, Nin Novoa recebeu à delegação e expôs que em 2017 o Uruguai apresentou exportações ao Irã um pouco menores a US$ 10 milhões, enquanto as importações atingiram US$ 6.5 milhões. "Isso nos permite reafirmar que as oportunidades comerciais para aumentar a colocação de bens são reais e plausíveis", assinalou o ministro.

Nin Novoa instou às empresas uruguaias a propiciar uma maior aproximação ao Irã, um mercado que permite atingir uma população de 82 milhões de pessoas e que alcança taxas de crescimento econômico superiores a 4% anual.

Por sua parte, o ministro iraniano destacou do Uruguai sua infraestrutura, sua segurança, sua importante localização geográfica, as possibilidades que oferecem seus portos e as amplas oportunidades de investimento para empresas estrangeiras.

Acrescentou também que o Uruguai sempre foi um cliente muito importante para o óleo e que o potencial de intercâmbio pode abranger muito mais do que o arroz, um ícone do país no Irã. "É o nosso dever diversificar esse trabalho e conhecer mais as possibilidades e comerciantes para aproveitar as potencialidades de cada um, que abrangem óleo, gás, infraestrutura e construção civil, medicina, farmácia e novas ciências, bem como produção agrícola e de laticínios, entre outros. As empresas iranianas estão dispostas a trabalhar com o Uruguai e ter investimentos mútuos", garantiu.

Nesse contexto, o diretor executivo de Uruguay XXI, Antonio Carámbula, destacou as qualidades do clima de negócios do Uruguai. "É um orgulho poder apresentar a vocês um país que está posicionado nos primeiros lugares em todos os rankings relacionados aos negócios, à estabilidade política e econômica. De fato, o crescimento constante do Uruguai nos últimos anos se deve a essa estabilidade, bem como à segurança jurídica e à abertura comercial do país", disse.

Entre os dados apresentados de 2017 evidenciou um crescimento de 2,7% e ressaltou o complexo contexto regional no qual ocorreu esse crescimento. "O Uruguai é o país que mais cresceu e isso ocorreu de forma inclusiva. (...) A razão é, em parte, explicada pelo comércio, mas também pela chegada de investimento estrangeiro direto, com níveis semelhantes aos da OCDE, próximos a 20% (...) com um importante reinvestimento de lucros das empresas que revela a confiança dos investidores no país", enfatizou.

Palabras clave:

  • partilhar