DELEGAçãO OFICIAL COMPLETA A SUA AGENDA NA EXPO DUBAI

Fecha de publicación: 25/02/2022

Liderada pelo Presidente uruguaio Luis Lacalle Pou, a missão realizou múltiplas actividades para estabelecer laços comerciais com o Médio Oriente, África e Sul da Ásia.

No âmbito da presença do Uruguai na Expo Dubai 2020, a primeira exposição universal a ter lugar nos Emirados Árabes Unidos, o país completou uma missão oficial liderada pelo Presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, que participou em reuniões oficiais com as autoridades Emirati, fóruns de investimento e eventos de netwoking.

A missão incluía o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Francisco Bustillo, o Ministro da Economia e Finanças, Azucena Arbeleche, o Ministro da Indústria, Energia e Minas, Omar Paganini, o Ministro da Pecuária, Agricultura e Pescas, Fernando Mattos, e o Ministro do Turismo, Tabaré Viera. O director executivo e vice-director da agência de investimento, exportação e promoção da imagem do país, Uruguai XXI, Sebastián Risso e Inés Bonicelli, respectivamente, também participaram.

Durante a missão, a celebração do Dia do Uruguai na Expo Dubai, que teve lugar a 21 de Fevereiro e incluiu uma cerimónia protocolar, visitas ao pavilhão uruguaio e um espectáculo artístico e cultural que reuniu membros do Ballet Nacional, do Coro Nacional e do Ensemble de Música de Câmara do Sodre, com o espectáculo Suite Gardel, uma homenagem aos 100 anos de La Cumparsita, o tango mais famoso do mundo.

As celebrações do Dia Nacional começaram com discursos do Comissário Geral da Expo Dubai, Xeque Nahyan Bin Mubarak, e depois do Presidente Luis Lacalle Pou, que foi acompanhado, além das autoridades, por mais de 50 empresas uruguaias.

O Sheikh Nahyan Bin Mubarak Sheikh Nahayan abriu o evento, salientando a importância da participação do Uruguai. Ele apontou o país como um exemplo de sustentabilidade na América Latina e no mundo, e agradeceu ao Presidente uruguaio Luis Lacalle Pou, assim como ao director do Uruguai XXI e curador do pavilhão, Sebastián Risso.

Também salientou que o Uruguai é líder mundial em energias renováveis, agro-inteligência, inovação tecnológica e governo digital.

Entretanto, o presidente uruguaio salientou que o seu país está pronto a oferecer ao mundo os elementos necessários para ser livre. "Não é livre se não tiver comida, se não tiver relações pacíficas, se não tiver capacidade de gerar tecnologia de ponta, não é livre se não tiver a possibilidade de viajar", disse ele.

Como parte da missão oficial, os dois países assinaram um memorando de entendimento para expandir a cooperação económica e para encorajar, promover e facilitar uma cooperação eficaz nos domínios do comércio, indústria e serviços.

Além disso, o fórum empresarial "Emirates & Uruguay: gateway to middle east and Latam" foi organizado pela agência de promoção de investimentos para a exportação e imagem do país, Uruguai XXI. A actividade incluiu observações de boas-vindas do Director Executivo do Uruguai XXI, Sebastián Risso, seguidas de apresentações do Ministro da Economia, Azucena Arbeleche e do Ministro da Indústria, Energia e Minas, Omar Paganini.

Na sua apresentação, a Ministra Arbeleche salientou que o Uruguai é um lugar favorável e aberto ao investimento privado. "Temos liquidez suficiente, somos muito estáveis e não mudamos as políticas", disse ela.

Salientou que o Uruguai está aberto a negociar com todas as regiões do mundo e que é apoiado pelo seu bom desempenho nos indicadores ESG (Environmental, Social and Governance), que se referem a índices ambientais (incluindo as alterações climáticas), sociais e de governação (tais como controlo da corrupção, respeito pelo Estado de direito ou qualidade da democracia) e investimentos socialmente responsáveis. Também sublinhou os seus benefícios logísticos, uma vez que o Uruguai tem pontos de entrada marítimos, aéreos e terrestres privilegiados e os únicos portos livres na região fazem dele a melhor opção para abastecer o continente a partir daí.

Por seu lado, o Ministro da Indústria, Omar Paganini, salientou os progressos do Uruguai em matéria de energias renováveis, tecnologia e produção audiovisual. "O Uruguai exporta software e serviços informáticos em geral há mais de 30 anos", disse ele.

Para além do networking de primeira classe, os convidados puderam desfrutar de um cocktail com queijo, carne, arroz e vinhos uruguaios de alta qualidade.

As atividades do Uruguai na Expo Dubai 2020 contaram com a colaboração do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que estava especialmente comprometido com a promoção e comunicação do país neste evento global.

Bodega Garzón, o Instituto Nacional da Carne (INAC), Conaprole, o Laboratório Tecnológico do Uruguai (LATU), o Instituto Nacional de Viticultura (INAVI), ANTEL, o Banco da República Oriental do Uruguai, UTE e a empresa agro-industrial do arroz, COOPAR, acompanharam e apoiaram esta missão.

O Uruguai participará até 31 de Março na Expo Dubai, uma exposição universal que reúne mais de 200 participantes, incluindo países, organizações multilaterais, empresas e instituições de ensino. Ali, o Uruguai irá apresentar-se como um centro de negócios na América do Sul e uma referência em produção agro-inteligente, tecnologias e energias limpas. Sob o lema "Test Uruguay", convida os participantes a aprender em primeira mão sobre o seu carácter essencialmente inovador, com talento qualificado e portas abertas para aqueles que o escolhem para viver, trabalhar e investir.

Palabras clave:

  • partilhar