FRANçA ELOGIA O TRABALHO DO PLANO CEIBAL NA EDUCAçãO URUGUAIA

Fecha de publicación: 30/03/2020

O meio de comunicação estatal francês destacou os benefícios da educação virtual na época da COVID-19.

Com o título "No Uruguai, os estudantes confinados beneficiam de uma política de educação virtual única", a Rádio France Internationale (RFI), órgão de comunicação social estatal francês, destacou o papel fundamental que o Plano Ceibal (One Laptop Per Child) desempenha actualmente na educação contínua nos tempos da COVID-19.

O avanço da doença em todo o mundo e os primeiros casos no Uruguai levaram o governo a suspender as actividades nas escolas do país, uma medida preventiva que tem sido tomada em várias nações do mundo para conter a pandemia.

"Com a crise do coronavírus, a UNESCO estima que mais de mil milhões de estudantes em todo o mundo já não podem frequentar a escola". No Uruguai, desde 2007, todos os estudantes do ensino público têm recebido gratuitamente um tablet ou um computador portátil. Uma política de educação única no mundo, muito valiosa nestes tempos de pandemia", sublinhou a RFI.

O Uruguai é um centro de negócios de classe mundial, que tem feito progressos notáveis em tecnologia. O país tem uma conectividade excepcional e uma penetração da Internet. 85% dos lares têm acesso fixo em banda larga (Internet de fibra óptica ou ADSL), sendo que 75% deles utilizam fibra óptica até casa, com velocidades de download que variam entre os 30 e os 120 Mbps.

Graças ao Plano Ceibal, a iniciativa pioneira One Laptop per Child que o país lançou em 2007, o Uruguai tornou-se o primeiro país do mundo a fornecer computadores portáteis a todas as crianças e professores de todas as escolas primárias e secundárias do sector público. O acesso à tecnologia e ao conhecimento tornou-se universal e o fosso digital foi significativamente reduzido, com o fosso entre as famílias mais pobres e mais ricas a diminuir de 35% para 8% em 10 anos.

A RFI observa que, desde a sua criação em 2007, o Plan Ceibal distribuiu gratuitamente mais de um milhão de comprimidos e computadores portáteis. "No Uruguai, todos os alunos das escolas públicas têm direito a eles. Uma política de educação que é única no mundo", explicou ele.

A iniciativa virtual permitiu aos estudantes das instituições públicas uruguaias manterem-se em contacto com os seus professores e acederem a plataformas de matemática e inglês, entre outras. Oferece também um serviço de mensagens e uma biblioteca virtual de mais de 7.000 livros, como refere a reportagem da imprensa francesa.

"Desde o fechamento das instituições de ensino, as plataformas do Plano Ceibal têm vindo a medir os registos de frequência. Neste país de 3,5 milhões de habitantes, mais de 200.000 estudantes conectam-se diariamente", conclui o relatório.

(Com informações da RFI)

Leia aqui a nota original

Palabras clave:

  • partilhar