PROMOçãO DAS EXPORTAçõES CONCLUI 2019 COM BONS RESULTADOS

Fecha de publicación: 15/01/2020

Mais de 950 empresas participaram de ações de promoção da cultura de exportação e promoção das exportações organizadas pelo Uruguai XXI.

Exportar significa garantir a sobrevivência das empresas, diversificando o risco e crescendo em rentabilidade, profissionalismo e competência. Estas são algumas das razões pelas quais a promoção da cultura de exportação é um dos principais objetivos do Uruguai XXI.

Sob o lema de promover o crescimento e a diversificação das exportações, assim como fomentar a cultura exportadora, o Uruguai XXI acompanhou as empresas -em especial as micro, pequenas e médias empresas- em seu processo de internacionalização. O trabalho foi baseado em quatro linhas principais de acção: informação, assessoria, formação e promoção.

De acordo com as informações proporcionadas pelos empresários a partir do acompanhamento das acções realizadas em 2019, espera-se que o potencial de negócios de exportação corresponda a USD 9.518.500. Isto significa que para cada dólar investido nesse ano para a promoção das exportações, será obtido um retorno de 27 dólares.

Isto significa que por cada dólar investido em promoção de exportação nesse ano, será obtido um retorno de USD 27. Neste momento, as acções realizadas resultam na concretização de exportações no valor de USD 1.776.200, o que significa um retorno de pelo menos USD 5,10 por cada dólar investido em promoção.

De acordo com as informações fornecidas pelos empresários, como resultado das actividades promocionais realizadas em 2018, durante 2019 houve vendas no estrangeiro que representam um aumento no retorno por dólar investido de USD 0,5; passando de USD 1,2 para USD 1,7. Em termos absolutos, isto significa que de um investimento de USD 335.000 em promoção das exportações, foram geradas divisas estrangeiras por USD 569.107.

Em 2019, o número de empresas que fizeram parte das ações de promoção de exportação cresceu 11% em relação a 2018. Um total de 332 empresas participaram nestas atividades e 32% delas o fizeram pela primeira vez. Cinquenta e cinco por cento estavam em bens, 41 por cento em serviços e os restantes 4 por cento em ambas as categorias.

Como resultado das ações de promoção e dos processos de construção, que surgem de iniciativas setoriais em conjunto com atores dos setores público e privado, a matriz de participação setorial tem sido diversificada nos últimos anos.

Os perfis de 84% das empresas participantes foram distribuídos no setor de alimentos e bebidas (36%), design de móveis (9%), arquitetura (8%), música (7%), TICs (6%), agroindústria (5%), audiovisual (5%), design têxtil e de vestuário (5%) e editorial (4%). Alimentos para animais de estimação, turismo, cosméticos, farmácia e saúde, biotecnologia, plásticos, serviços de consultoria, materiais de construção e suprimentos são outros setores que tiveram presença.

O sector das indústrias criativas (audiovisual, música e edição) representou uma percentagem significativa das empresas participantes (16%).

Ações estratégicas para a internacionalização das empresas em 2019

O Uruguai XXI respondeu a 416 solicitações de informação e assessoria de empresas. As consultas mais frequentes foram sobre as condições de acesso ao mercado, o processo de exportação, dados estatísticos, gestão de contactos e serviços do Uruguai XXI.

Para contribuir para a formação das empresas, foram realizados 10 workshops. Pela primeira vez, foi realizado o Programa de Formação de Competências de Exportação (FHE), uma proposta de formação abrangente na qual participaram 454 representantes de empresas exportadoras ou empresas com potencial de exportação.

As vantagens da exportação, o plano de internacionalização, seus conteúdos e os passos a seguir para realizá-la, as estratégias de vendas, aspectos de marketing, logística e ferramentas disponíveis para a facilitação de pequenas exportações, competências e habilidades pessoais para o exportador foram alguns dos conteúdos apresentados nos sete módulos do programa. No final, algumas empresas compartilharam sua experiência de internacionalização.

Para o setor de indústrias criativas, foram realizadas três masterclasses específicas da indústria, com a presença de um total de 170 participantes.

Além disso, foram realizadas 13 feiras, sete missões invertidas, quatro rodadas de negócios e sete visitas comerciais, que constituíram atividades promocionais.

Palabras clave:

  • partilhar