POSITIVA AVALIAçãO DE FUIT LOGISTICA

Fecha de publicación: 28/02/2018

Com a sua oferta exportável de cítricos e blueberrys, o Uruguai participou em Fruit Logistica em Berlim pelo décimo ano consecutivo. A feira, realizada entre os dias 7 e 9 de fevereiro, reúne os máximos exponentes e compradores do setor, com a coordenação de Uruguay XXI, a União de Produtores e Exportadores Hortifrutícolas do Uruguai (Upefruy), com o apoio da Embaixada do Uruguai em Berlim.

"Esta feira é a mais importante em matéria de frutas em nível internacional e nela convergem todos os atores e jogadores relevantes: exportadores, importadores, intermediários, jornalistas, distribuidores, empresários da logística. Por esse motivo, é fundamental a presença das nossas empresas exportadoras de frutas (blueberrys e cítricos) acompanhadas por Uruguay XXI", comentou o Embaixador do Uruguai em Berlim, Gabriel Bellón.

Sob a marca setorial Uruguay Fruits estiveram presentes no stand país 9 empresas uruguaias: Azul Sereno, Gamorel e Blue Forest (blueberrys), Citrícola Salteña e Forbel (cítricos e blueberrys), San Miguel, Noridel, e Urud’or (cítricos), e Rossi Cargo (transporte de cargas).

"Avaliamos a participação em Fruit Logistica como muito positiva. Participamos da feira porque é um lugar onde podemos nos reunir com os nossos clientes de diferentes partes do mundo, conhecer potenciais clientes, fornecedores e trocar informações com outros operadores do nosso setor", comentou Francisco Rivoir da empresa Forbel, exportadora de cítricos.

"É uma feira que reúne muitos visitantes de todos os mercados, realizada em um momento do ano muito propício, já que acontece poucas semanas antes de começar a temporada", indicou Mónica Coito de Naranjales Guarino, e acrescentou que "isso nos permite ir conhecendo a situação do mercado, como estão as produções dos Estados Unidos, Marrocos, Espanha, etc., bem como ir conhecendo as necessidades dos nossos clientes para poder elaborar depois os planos de carga para cada destino".

Coito avaliou a participação na feira como excelente. Nesse sentido contou que puderam se encontrar com quase todos os seus clientes, com os quais avaliaram a temporada anterior e conversaram sobre planos a futuro. Por sua vez, indicou que tiveram muitas consultas por cítricos uruguaios por parte de novos clientes. "É possível perceber a cada ano a maior presença no stand de compradores dos Estados Unidos e da China, mercados que se abriram há pouco tempo para os nossos cítricos", expressou.

Por sua parte, o Embaixador do Uruguai em Berlim comentou que é necessário destacar a existência de um margem de crescimento e nisso terá muito a ver um eventual Acordo de Livre Comércio com a União Europeia. Em 2017, o Uruguai exportou mais de 108 mil toneladas de frutas por um valor superior aos US$ 95 milhões a 40 países. De acordo com o Escritório Federal de Estatísticas alemão (Destatis, Statistisches Bundesamt), durante 2017 e até o mês de novembro, o país comprou perto de US$ 5.6 milhões de frutas ao Uruguai, principalmente cítricos e blueberrys.

https://flic.kr/s/aHsmbbJAFz

Palabras clave:

  • partilhar