TECNOLOGIA URUGUAIA DE VANGUARDA E SUSTENTÁVEL É RECONHECIDA NO MUNDO

Fecha de publicación: 13/05/2020

O Projeto HY, uma iniciativa da The Electric Factory do Uruguai, é homenageada no World Changing Ideas Awards 2020 por seu potencial transformador.

A prestigiada revista de negócios, tecnologia e inovação Fast World reconheceu o Projecto HY como uma das oito ideias finalistas do Prémio Ideias em Mudança Mundial 2020. Juntamente com Ayax Toyota e Curcio Capital - através de seu presidente Alejandro Curcio-, a Fábrica Elétrica criou um sistema de alerta acústico (AVAS) para carros elétricos e híbridos que não só alerta os pedestres, mas também beneficia a natureza, com um som que contribui para o crescimento das plantas e facilita a comunicação com os animais.

O projeto, que recebeu o apoio do Uruguai XXI, "combina inovação, tecnologia e sustentabilidade para alcançar um mundo melhor e gerar um impacto criativo", disse o co-fundador e chefe de inovação da Fábrica Elétrica, Juan Ciapessoni.

A regulamentação da Comunidade Europeia estabelece que, a partir de julho de 2021, todos os veículos elétricos comercializados no velho continente devem ter um sistema AVAS. O sistema desenvolvido por profissionais uruguaios -capaz de se adaptar a qualquer veículo graças a um microprocessador que permite a mudança dinâmica do som do carro para se adaptar à sua velocidade- não só cumpre com estas disposições, mas vai um passo além e tem um efeito benéfico sobre o meio ambiente.

Tomando como referência várias investigações científicas que demonstraram a reacção das plantas a determinadas frequências sólidas, foi definido um intervalo a partir do qual foram observados resultados positivos ao nível do crescimento e da absorção de nutrientes. Com base nestas informações, o primeiro som do veículo foi concebido para ajudar o desenvolvimento da flora.

Por outro lado, tentamos que o som tivesse a menor largura de banda possível em termos de frequência, a fim de evitar mascarar os sons ao redor. Desta forma, o objectivo é permitir que as espécies animais comuniquem entre si de forma mais eficaz, algo que o som dos veículos tradicionais tende a distorcer. "Estamos devolvendo à natureza tudo o que temos tirado dela nos últimos anos através do ruído e da poluição do ar", disse Ciapessoni.


Uma mudança de paradigma

A criação deste sistema acústico veicular, o primeiro a se concentrar em beneficiar o meio ambiente, anuncia novos tempos para a indústria automotiva, que busca a sustentabilidade ecológica. Em linha com essa preocupação, e após um frutífero intercâmbio com cientistas e autoridades governamentais, Ayax e a Fábrica Elétrica do Uruguai lançaram o Projeto HY (do inglês "harmony"), que busca reconstruir a harmonia entre o homem e seu meio ambiente.

"Estamos numa altura em que as tecnologias limpas estão em voga. A sustentabilidade do planeta está na agenda hoje em dia na maioria das empresas. Esta invenção está de acordo com isso. Estamos pensando em como deixar uma pegada que deixará a terra em melhores condições para as gerações vindouras", expressou Ciapessoni.

O sistema HY, que também começou a ser implementado na Argentina e no Brasil, já ganhou vários prêmios internacionais para os seus criadores. Além do reconhecimento concedido pela The Fast Company, o projeto é finalista no SXSW Awards na categoria Cidade Inteligente, Transporte e Logística.

A notoriedade adquirida por esta invenção disruptiva mostra o desenvolvimento explosivo do Uruguai em termos de tecnologia e inovação. Também destaca o ecossistema favorável do país para este tipo de iniciativa, graças ao talento de seus profissionais e à sinergia público-privada oleada.

"O Uruguai tem o poder de se tornar um centro de inovação. Devido à sua escala, infra-estrutura e custos, o país tem muito a oferecer como plataforma global para testes e protótipos. Temos um enorme potencial para que empresários de todo o mundo venham ao Uruguai para criar suas invenções, para que o talento mundial venha aqui desenvolver, pesquisar, fazer protótipos e testar seus projetos, que esperamos estejam ligados à área de inovação, sustentabilidade e novas tecnologias", disse Ciapessoni.

Nesta linha, o criativo destacou o caráter pioneiro do projeto que ele está dirigindo. "HY coloca o Uruguai no centro das atenções, como um país perturbador. Somos inspiradores, estamos mostrando que grandes investimentos não são necessários para gerar um impacto que pode mudar o mundo", concluiu.

Para saber mais sobre o Projeto HY, clique aqui.

Palabras clave:

  • partilhar