A SEMANA DO URUGUAI NA CHINA FOI INAUGURADA COM UM SEMINÁRIO DE NEGÓCIOS EM BEIJING E UM SHOW GASTRONôMICO CULTURAL

Fecha de publicación: 20/08/2018

Com capacidade colmada foi realizado o primeiro evento do ciclo de atividades que comemora os 30 anos das relações bilaterais com o país asiático. Mais de 250 empresários convidados conseguiram conhecer por que o Uruguai se posiciona como um dos melhores países para investir, trabalhar e morar.

O Uruguai e a República Popular da China comemoram o trigésimo aniversário do restabelecimento de suas relações diplomáticas com várias atividades desenvolvidas ao longo de 2018.

Durante o mês de agosto se realiza a "Semana do Uruguai na China", que começou esta segunda-feira 20 com um seminário de negócios em Beijing e que irá percorrer também as cidades de Chongqing e Guangzhou, com uma delegação liderada pelo chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, o embaixador do Uruguai na China, Fernando Lugris, e o diretor executivo de Uruguay XXI, Antonio Carámbula.

Em Beijing, o evento organizado pela agência de promoção de investimentos, exportações e imagem país, Uruguay XXI, e a embaixada do Uruguai na China, recebeu mais de 250 empresários de alto nível e potenciais investidores, aos que acompanharam autoridades de governo, personalidades e imprensa chinesa.

"Nestes 30 anos, a nossa política exterior em direção à China se manteve constante, sendo ratificada a importância estratégica que o país tem no desenvolvimento econômico e comercial do Uruguai", assinalou Nin Novoa em uma rodada de imprensa, depois de subscrever o domingo passado um acordo pelo qual o Uruguai se torna o primeiro país do Atlântico Sul e do Mercosul em entrar à Rota Marítima da Seda do século XXI, iniciativa chinesa conhecida como "One Belt One Road".

O chanceler uruguaio acrescentou que "a complementariedade entre o Uruguai e a China apresenta perspectivas muito promissoras para impulsionar novos motores do vínculo bilateral, como um maior comércio de serviços, a promoção de mais projetos conjuntos em pesquisa científico-agropecuária, em captar mais investimentos nos setores de infraestrutura, serviços e indústria do Uruguai, bem como maiores intercâmbios e viagens de turistas, estudantes e empresários de ambos os países, entre outros".

 

A inspetora geral do Conselho Chinês para a Promoção do Comércio Internacional (CCPIT), Lei Hong, comentou também que as relações diplomáticas entre ambos os países passam pelo seu melhor momento e lembrou a visita do presidente Tabaré Vázquez em 2016, bem como o sucesso da cúpula China-LAC realizada em Punta del Este no final de 2017.

Este encontro serviu para promover o país como porta de entrada para a América Latina e hub de negócios, logístico e tecnológico, bem como destino de investimentos em infraestrutura, agronegócios e serviços corporativos. Sobre esses pontos, Carámbula assinalou que, embora o Uruguai seja célebre pelo futebol e pela sua carne, o objetivo é que seja conhecido também pela sua solidez macroeconômica, sua fortaleza institucional e sua qualidade de vida.

"Somos um país no qual é possível investir, um país confiável, que tem uma localização privilegiada no cone sul para ser considerado pela iniciativa 'Uma franja, uma rota' como a porta de entrada à América Latina e como um hub logístico para instalar negócios na região", explicou.

Os convidados desfrutaram também do coquetel "Sabores do Uruguai", a cargo do Chef Sebastián Barcos e do sommelier Javier Muyala, que incluiu uma degustação de produtos típicos uruguaios como carne, vinhos, laticínios, azeites de oliva e caviar. Esta atividade no mercado chinês reforçou os conceitos apresentados pelo chanceler durante o seminário, quem declarou que "cada vez mais os consumidores chineses identificam o Uruguai como um produtor agro-inteligente de alimentos saudáveis, inócuos e confiáveis".

 

Por outra parte, durante esta semana serão realizadas várias atividades alusivas ao 30° aniversário organizadas pela representação diplomática na China: a inauguração da nova sede da Residência Oficial do Uruguai em Beijing e a exposição de arte "Postais Orientais", a apresentação do Selo comemorativo dos 30 anos do estabelecimento de relações diplomáticas emitido pelo Correio Chinês e a donação de uma fotografia aérea do Estádio Centenário durante a final da Copa do Mundo de 1930 ao Instituto Cervantes de Beijing.

Na terça-feira 21 de agosto será realizado o encerramento do ciclo de Cinema Uruguaio, organizado pela embaixada do Uruguai em coordenação com o Instituto do Cinema e Audiovisual do Uruguai (ICAU), com a presença do chanceler Nin Novoa. Enquanto isso, na sexta-feira 24 de agosto a agenda de atividades de promoção comercial, gastronômica e cultural é transladada à cidade de Chongqing e na segunda-feira 27 é encerrada na cidade de Guangzhou, onde também será inaugurado o novo consulado do Uruguai.

Esta visita oficial com eventos organizados no quadro da "Semana do Uruguai na China", bem como a participação em novembro da 12° Cúpula China-LAC em Zhuhai e na primeira feira de importadores chineses em Shanghai, têm o objetivo de divulgar o conhecimento do Uruguai e de suas qualidades como sócio estratégico de negócios, para continuar ampliando o relacionamento entre ambos os mercados.

Na atualidade, a China é o primeiro sócio comercial do Uruguai com um intercâmbio que atingiu US$ 2.549 milhões e uma participação de 20% no total das exportações do país latino-americano.

Palabras clave:

  • Comércio exterior
  • Exportações
  • Relações bilaterais
  • Oportunidades de investimento
  • Uruguay XXI
  • Relação bilateral
  • Sabores do Uruguai
  • Promoção de exportações
  • Marca País
  • Uruguai Natural
  • Relações exteriores
  • Comércio e negócios
  • partilhar