A UPM DA FINLâNDIA E O GOVERNO DO URUGUAI CONFIRMARAM O INVESTIMENTO NA NOVA FÁBRICA DE PASTA DE PAPEL

Fecha de publicación: 19/05/2020

A empresa finlandesa está a avançar com o seu projecto no Uruguai e o presidente uruguaio descreve-o como "um bom investimento".

A empresa finlandesa UPM e o actual governo uruguaio assinaram um memorando de entendimento sobre o projecto de crescimento da empresa no país, dando um importante impulso à economia local.

Este é o primeiro anúncio público feito pelo Governo uruguaio sobre o empreendimento desde a sua tomada de posse em Março deste ano. Numa conferência de imprensa, o Presidente Luis Lacalle Pou afirmou, em relação a esta aposta de cerca de 3 mil milhões de dólares, que se trata de um bom investimento.

"Há satisfação num acordo positivo de ambas as partes e acreditamos que é o melhor caminho escolhido pelo governo em tempos de pandemia. Isto dá certeza, gera tranquilidade para aqueles que querem investir no Uruguai e proporcionar empregos", disse o Presidente.

Num comunicado de imprensa, a empresa afirmou que "no contexto da pandemia da COVID-19 e dos seus possíveis impactos na sociedade uruguaia, a UPM e o governo reconhecem a importância de garantir a implementação do projecto e os impactos positivos que este terá na economia uruguaia". Ambas as partes estão plenamente empenhadas no acordo de investimento existente assinado entre a UPM e o Governo do Uruguai em Novembro de 2017 e na sua aplicação".

A execução do projecto abrange uma vasta gama de aspectos, desde as obras de construção até às infra-estruturas, à energia e ao desenvolvimento regional. Para o efeito, a UPM e o actual governo assinaram um memorando de entendimento que ajusta e encerra o âmbito e os investimentos das partes.

A UPM irá acelerar o financiamento de 60 milhões de dólares anteriormente previsto para o desenvolvimento de infra-estruturas rodoviárias na região costeira e central do país, a fim de apoiar o crescente transporte de madeira e de veículos de elevado desempenho, melhorando simultaneamente a rede rodoviária do país. Além disso, investirá 68 milhões de dólares no reforço da rede eléctrica que criará uma maior capacidade e melhorará ainda mais a estabilidade e a robustez da rede eléctrica do país.

A UPM planeia também investir num novo viveiro na zona central do país. Este terceiro viveiro para a produção de plantas de eucalipto irá melhorar ainda mais o crescimento das plantações e o abastecimento competitivo de madeira. O investimento previsto está estimado em cerca de 25 milhões de dólares e criará cerca de 120 novos postos de trabalho permanentes.

Palabras clave:

  • partilhar