PRODUTORES URUGUAIOS PRESENTES NA PRINCIPAL FEIRA DE FRUTAS DO MUNDO

Fecha de publicación: 27/01/2020

Entre quarta-feira 5 e sexta-feira 7 de fevereiro, pela décima segunda vez, o Uruguai participará com uma delegação de produtores na Fruit Logistica, a maior exposição mundial do setor que se realiza anualmente em Berlim.

Com o objetivo de continuar a fortalecer a presença do país no mercado europeu como produtor de alimentos confiáveis, o Uruguai XXI está coordenando o stand do país com o objetivo de promover os produtores locais na Fruit Logística. A atividade é realizada em conjunto com o Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP) e a União de Produtores e Exportadores de Frutas e Legumes do Uruguai (UPEFRUY).

É a décima segunda vez consecutiva que o Uruguai está presente com um stand do país em Fruit Logistica, o maior evento do setor de frutas que reúne as principais referências do setor em todo o mundo e reúne os mais importantes tomadores de decisão, profissionais e compradores internacionais.

Dentro do espaço latino-americano, a delegação de empresas exportadoras ou empresas com potencial de exportação de frutas e legumes frescos tem a oportunidade de expor seus produtos em um estande de país de 60 metros quadrados.

A Fruit Logísitica reúne 3.000 expositores e mais de 79.000 visitantes de mais de 130 países. O alto nível de atendimento representa um grande potencial como plataforma para mostrar a qualidade dos produtos uruguaios e para facilitar o fechamento de negócios, baseado no contato direto com clientes internacionais.

Em 2019, o protagonismo da feira foi tomado pelos citrinos e mirtilos nacionais, caracterizados pela sua alta qualidade e grande sabor. Os citrinos representam cerca de 85% das exportações de fruta uruguaia e destacam-se pelo seu avançado sistema de rastreabilidade que oferece garantias da sua origem. A rastreabilidade citrícola está presente em todas as etapas da cadeia, desde a formação da planta, durante o desenvolvimento do fruto, até a sua chegada ao país de exportação.

A introdução de tecnologia agrointeligente na produção de frutas cítricas permite aos consumidores o acesso à informação sobre elementos fitossanitários, nutrição, risco, entre outros. Os citrinos uruguaios têm a vantagem adicional de entrar nos mercados europeus em contra temporada.

O clima uruguaio, a fertilidade da terra e a produção responsável são favoráveis para o cultivo de mirtilos. Neste caso, a localização geográfica, com estações opostas aos mercados da América do Norte e Europa, também transforma o país em um fornecedor estratégico. Na última década o mirtilo foi o fruto com maior desenvolvimento em termos de volumes produzidos e exportados.

Palabras clave:

  • partilhar