URUGUAI LEVA A SUA INDÚSTRIA ALIMENTAR, TECNOLÓGICA E LOGÍSTICA à EXPO DUBAI

Fecha de publicación: 06/10/2021

O país está presente na Expo Dubai, a primeira exposição universal a ter lugar nesta parte do mundo, que acolhe mais de 190 países.

O Uruguai está presente na Expo Dubai, a primeira exposição universal a ter lugar nesta parte do mundo, com muito para oferecer, segundo declarações do Ministro da Indústria, Energia e Minas, Omar Paganini.

"O Uruguai produz alimentos para 30 milhões ou mais de pessoas e nós somos 3 milhões, por isso somos um país exportador líquido, com um agronegócio eficiente e competitivo, com níveis de qualidade reconhecidos a nível mundial", disse o Ministro da Indústria, Energia e Minas, Omar Paganini, durante a sua visita ao pavilhão do Uruguai.

Paganini considerou os Emirados Árabes Unidos (EAU) como "uma área ideal para a sua necessidade de importar alimentos", uma vez que é um país desértico com quase nenhuma produção e que depende de importações do Médio Oriente, África e Ásia.

"Este sector pode beneficiar de melhores intercâmbios, o sector dos serviços de tecnologia da informação, no qual o Uruguai é muito proeminente, pode diversificar-se, pois está muito orientado para os Estados Unidos", afirmou.

Do mesmo modo, a logística é outro sector interessante para o Uruguai, disse o ministro, que salientou que "a poderosa logística do Golfo pode ser complementada com a distribuição no sul da América".

"Os nossos mecanismos de zonas francas e portos livres, os nossos regimes especiais de tributação, gestão financeira e investimento tornam-nos atractivos para integrar não só o Uruguai mas também esta zona do mundo com esta outra zona", explicou Paganini.

O ministro considerou que "o Uruguai está num bom momento para se abrir ao mundo e expandir-se internacionalmente, depois de ter lidado com a pandemia sem um bloqueio e com um nível muito elevado de vacinação da população", o que o coloca actualmente numa situação de saúde óptima.

"O mundo está em redefinição e há oportunidades que aparecem todos os dias, queremos aproveitá-las, queremos ser conhecidos. Somos um país que está longe dos principais centros do mundo, somos um país de poucos habitantes, mas temos muito para oferecer", reiterou Paganini.

(Com base na EFE)

Palabras clave:

  • partilhar